Clínica de Acupuntura Dr. Wellington Santana

Sede: Rua Conselheiro Moreira de Barros, 2847 – Lauzane Paulista – São Paulo Capital (Próximo do Shopping Santana Parque).  Zona Norte de São Paulo

 

Translate this Page
SATISFAÇÃO
SATISFEITO COM NOSSOS SERVIÇOS?
TOTALMENTE SATISFEITO
NÃO ESTOU SATISFEITO
QUERO CONHECER
Ver Resultados

Rating: 2.9/5 (1351 votos)

ONLINE
2






 

 

ADQUIRA JÁ SEU LIVRO 

e

Descubra os segredos desta técnica milenar

Para leigos e profissionais.

Melhor preço só encontra aqui!!!

 

 

Pare de sofrer ! Esta sem emprego, descubra esta profissão que esta crescendo mais de 450% ao ano, tenha uma renda de mais de R$1000,00 por mês!

click na imagem abaixo para saber mais e fazer sua matricula!

Resultado de imagem para curso de auriculoterapia chinesa

 

 

 

 

 

 Parcelamento de todos tratamentos

Aceitamos todos os Cartões

Crédito e Débito

Parcelamos seu tratamento 

em 3(três) vezes sem acréscimo

Para qualquer tratamento

 

 

 

 


Tratamentos

 

 

Acupuntura a laser substitui o método tradicional

 

 Resultado de imagem para acupuntura a laser     Resultado de imagem para acupuntura a laser

 

Quem nunca se submeteu a uma sessão de acupuntura por medo das agulhas pode experimentar um tratamento semelhante, feito a laser. A técnica, que começou a ser aplicada e pesquisada na Rússia e nos Estados Unidos nos anos 70, ganhou popularidade nesses dois países na década seguinte. No Brasil, porém, ela ainda engatinha, sendo oferecida em poucos lugares.

 

O laser usado na acupuntura, não produz calor e proporciona os mesmos benefícios da técnica tradicional.

 

— Pode ser uma alternativa ou um complemento à acupuntura com agulhas. Muita gente que sente agonia ao vê-las na pele vem aderindo ao laser. Uma outra vantagem é que o tratamento pode ser feito tranquilamente em crianças.

 

A empresária Claudia Silva, que há dois anos se submete a sessões de acupuntura a laser, diz que, no começo, chegou a achar que a técnica não faria efeito.É impressionante como me sinto melhor. Deixei de ter insônia, reduzi minha ansiedade e as dores num joelho, oriundas de uma condromalácia patelar, foram aliviadas — diz Simone, que chegou a fazer tratamento por meio da acupuntura tradicional, mas não se acostumou. — Não doía, mas me incomodava. 

 

att

 

Dr. Wellington Santana

 Resultado de imagem para enxaqueca acupuntura

 

 SOLUÇÃO PARA SUA ENXAQUECA

 

Muitos de nós, possuímos a tendência de menosprezar aquilo que não conhecemos ou aprendemos. A acupuntura é um bom exemplo. Infelizmente, muitos dos terapeutas que não conhecem essa técnica acabam por dar-lhe o rótulo de “tratamento exótico” ou “alternativo” e não lhe conferem a devida importância no tratamento da dor.

Pensando bem, na nossa cultura não é fácil acreditar que uma agulha posicionada num determinado ponto (por exemplo, no pé) pode aliviar uma dor em outro ponto (por exemplo, na cabeça).

Existem centenas de pontos de acupuntura na superfície do nosso corpo. Esses pontos foram descritos pelos antigos chineses, e permanecem atuais na sua eficácia.

A acupuntura funciona tão bem no alívio de muitas dores, que cientistas em universidades do mundo inteiro têm pesquisado a sua ação sobre o nosso organismo. E as pesquisas têm mostrado resultados incríveis. 

A acupuntura atua em vários níveis do cérebro:

. Ativando um circuito denominado sistema supressãor da dor (também conhecido como sistema inibitório descendente);

. Promovendo a liberação de endorfinas (substâncias semelhantes à morfina, fabricadas nos neurônios, que promovem sensação de alívio da dor e bem-estar);

. Aumentando os níveis de serotonina no líquor e tronco cerebral inferior;

. Diminuindo a liberação de substâncias cerebrais relacionadas à dor.

O efeito da acupuntura numa crise de enxaqueca pode ser muito rápido, com graus de alívio que podem ser muito grandes. E sem os efeitos colaterais dos medicamentos!

 

Enxaqueca e uma deficiencia plausivel de yang da visicula biliar, então se o terapeuta diminuir esta energia da viscula com ponto especifico de dispersão, quase que por milagre o paciente sente um alivio imediato, sendo muito gradativo ao passar das sessoes, quando chega na 10 sessão o paciente ja nao tem nenhum rescasso da dor da enxaqueca, sendo assim muito facil seu tratamento.

 

Att

 

Dr. Wellington santana

 

 

 

ACUPUNTURA TEM RESULTADO FAVORÁVEL NO TRATAMENTO DA DIABETES.

 

 Resultado de imagem para diabetes

 

NA BUSCA DE UM TRATAMENTO NATURAL PARA DIABETES, PARTINDO DO U CONCEITO QUE REGE ACUPUNTURA: QUE O SER HUMANO É UMA ENTIDADE ÚNICA E INDIVISÍVEL. ESTAMOS CONTINUANDO A PESQUISAR, ESTUDAR, APROFUNDAR NOSSOS ESTUDOS NESTA FABULOSA E ANTIGA CIÊNCIA, ACUPUNTURA. É NELA QUE ESTÃO FUNDAMENTADAS NOSSAS DESCOBERTAS E OBSERVAÇÕES. SENDO QUE A DIABETES PROVOCA VARIOS SINTOMAS TAIS COMO DEFICIÊNCIA RENAL, PROBLEMAS VISUAIS, NECROSE DE MEMBROS, DIFICULDADES EM CICATRIZAÇÕES, PNEUMONIA, CÂNCER DAS MAMAS, DO FÍGADO, INFECÇÕES (HÁ UMA BAIXA NO SISTEMA IMUNOLÓGICO), ALÉM DE DIMINUIR O TEMPO DE SOBREVIDA DA PESSOA PORTADOR/A DESTA DOENÇA, DISTÚBIOS ARTICULARES E OUTROS SINTOMAS QUE SÃO PECULIARES DA PATOLOGIA.

 

NA SEQUÊNCIA FIZ UMA APLICAÇÃO EM UMA PESSOA DIABÉTICA, PARA ESPANTO A GLICOSE BAIXOU 50 PONTOS EM APROXINADAMENTE 20 A 30 MINUTOS.

 

 OS RESULTADOS COMEÇARAM A SURGIR DE FORMA POSITIVA. CONTINUAMOS A ESTUDAR DE ACORDO COM AS VARIAÇÕES, OBEDECENDO A INDIVUALIDADE DE CADA PACIENTE.

 

 VERIFICAMOS COM O TRATAMENTO DE ACUPUNTURA O PÂNCREAS ESTAVA HIBERNANDO, OU LENTO NA FUNÇÃO DA PRODUÇÃO DE INSULINA, COMEÇOU A PRODUZI - LA.

 

 

 

 

 

AO LONGO DESTE TRABALHO, COMEÇAMOS A COLHER OS FRUTOS DA  PESQUISA. DEZ PACIENTES SE ENCONTRAVAM EM TRATAMENTO, RECEBERAM ALTA DOS SEUS PRÓPRIOS MÉDICOS. OS MESMOS RESSALTARAM QUE OS EXAMES JÁ HAVIAM CONFIRMADO E PERGUNTARAM O QUE   TINHAM FEITO PARA NORMALIZAR A TAXA DA GLICOSE, OS PACIENTES RESPONDERAM QUE ESTAVAM FAZENDO TRATAMENTO DE ACUPUNTURA PARA DIABETE.

 

ESSE MESMO FATO OCORREU TAMBEM A TRÊS PESSOAS, QUE TAMBÉM TEVE SUAS GLICEMIAS VOLTANDO AO PATAMAR DE NORMALIDADE. INCLUSIVE UM DOS SEUS PACIENTES FOI A DOIS ENDOCRINOLOGISTAS E OS MESMOS FORAM UNANIMES, UM DOS MÉDICOS DISSE NÃO SABER QUE ACUPUNTURA PUDESSE REALIZAR TAL PROEZA.

 

CONTUDO AINDA MANTEMOS A MONITORIZAÇÃO E ATENDIMENTO POR QUESTÃO DE SEGURANÇA E RESPEITO. ESPERAMOS PODER CONTRIBUIR NA BUSCA DO CONTROLE E QUEM SABE A CURA DA DIABETES DE FORMA NATURAL, SEM MEDICAÇÕES, SEM EFEITOS COLATERAIS, COM RESULTADOS DURADORES.

 

ESPERO CONTRIBUIR PARA AJUDAR AS PESSOAS QUE SOFREM DESTE MAL.

 

ATT

 

Dr. WELLINGTON SANTANA

 

 

 

Doenças, sintomas e condições tratáveis com a acupuntura

 

 

 

Afecções físicas

distensão muscular

alivio da dor e desaparecimento dos sintomas em 82% dos casos

dor cervical

eficácia em 67% dos casos

pescoço rígido

cura obtida em 80% dos casos após 1 sessão

espondilose cervical

melhora significativa

dor aguda na coluna

melhora imediata da dor
aumento significativo na flexão-extensão das costas
ganho na condição de manter o corpo ereto

dor lombar

eficácia em 72% dos casos (superior à medicação convencional)

ciática

acupuntura distal com agulha superficial: eficácia em 72% dos casos
acupuntura local com agulha profunda: eficácia em 96% dos casos

inflamação no tórax e costelas

cura obtida em 65% dos casos

dor no joelho

eletro-acupuntura: alivio completo da dor em 65% dos casos

“cotovelo de tenista”

eficácia em 62% dos casos
alívio da dor em 80% após a 1 sessão

periartrite no ombro

cura obtida em 66% dos casos

fibromialgia

melhora significativa

fascite na planta do pé

melhora significativa

osteoartrite

eficácia em 61% dos casos (superior à medicação convencional)

artrite reumatóide

acupuntura: alívio da dor e melhora dos sintomas gerais em 65% dos casos
eletro-acupuntura: alívio da dor em 90% dos casos

gota / artrite

melhora em 100% dos casos
redução do ácido úrico similar à medicação convencional

 

 

 

Afecções de pele

acne

shiatsu / tuina: a acne desapareceu em 42% dos casos após 30 dias de tratamento
acupuntura: a acne desapareceu em 59% dos casos após 10 dias de tratamento

eczema

melhora razoável

irritação na pele

melhora significativa

micose

desaparecimento em 53% dos casos após 3 meses (eficácia superior ao tratamento com vitaminas C e E)

herpes zoster

desapareceram a dor e as sarnas após 1,5 a 6 dias

psoriasis vulgar

cura obtida em 85% dos casos

psoriasis eritroderma

melhora significativa em 50% dos casos

psoriasis pustular

melhora significativa em 50% dos casos

 

 

 

Afecções no pulmão e vias respiratórias

gripe comum

melhora razoável

dor de garganta

melhora em 90% dos casos

amidalite

alívio significativo da dor e da febre

rinite alérgica

eficácia em 97% dos casos (superior e mais duradoura que a medicação convencional)

bronquite aguda

melhora significativa

asma

efeito antiasmático em 93% dos casos
maior ventilação pulmonar em 68% dos casos

doença pulmonar obstrutiva crônica

melhora significativa após 3 semanas

 

 

 

Afecções no coração

hipertensão

eficácia similar à medicação convencional, mas sem efeitos colaterais

hipotensão

a pressão foi normalizada em 95% dos casos

doença coronariana e angina

melhora dos sintomas 85% dos casos
melhora na dor em 74% dos casos
melhora no eletrocardiograma em 69% dos casos

doença cárdio-pulmonar crônica

eficácia em 90% dos casos

neurose cardíaca

eficácia superior à medicação convencional

 

 

 

Afecções no fígado e vesícula biliar

cólica biliar

eletro-acupuntura: eficácia em 72% dos casos
acupuntura: eficácia em 94% dos casos

cálculo na vesícula biliar

cura obtida e melhoria das funções biliares em 92% dos casos

hepatite B (vírus portador)

o vírus ficou negativo em 30% dos casos
o organismo produziu anticorpos em 50% dos casos

 

 

 

Afecções no estômago e intestinos

dor abdominal

shiatsu / tuina: melhora em 96% dos casos após 1.3min
acupuntura: melhora em 98% dos casos

cólica estomacal

alívio da dor em 98% dos casos

cólica intestinal

alívio da dor em 98% dos casos

espasmo gastro-intestinal

alívio da dor em 98% dos casos após 30 min

soluços

melhora significativa

náuseas e vômitos

eletro-acupuntura: eficácia similar à medicação
acupuntura: eficácia em 90% dos casos
magneto-acupuntura: eficácia em 93% dos casos
moxa: eficácia em 98% dos casos

diarréia

melhora significativa

constipação

melhora significativa

hiperacidez no estomago

eficácia em 95% dos casos

gastrite crônica

melhora significativa

úlcera

acupressura: eficácia em 80% dos casos
acupuntura: eficácia em 97% dos casos

cólon irritado

melhora significativa em 93% dos casos

enterite (inflamação bacteriana no intestino)

cura obtida em 87% dos casos
a cultura de fezes ficou negativa após 7 dias

hemorróidas

moxa: cura obtida em 77% dos casos

 

 

 

Afecções no rins

cólica renal

alívio da dor em 100% dos casos

calculo renal

eletro-acupuntura: pedras expelidas em 78% dos casos
acupuntura: cura obtida em 90% dos casos

retenção urinária traumática

eficácia superior à medicação convencional

incontinência

melhora significativa

infecção urinária recorrente

desobstrução do trato urinário em 85% dos casos

 

 

 

Afecções do sistema circulatório

síndrome de raynaud (mãos e pés frios)

melhora significativa
aumento considerável do fluxo sanguíneo

flebite

melhora significativa

dor em tromboangite

eficácia em 93% dos casos

excesso de gordura no sangue

diminuição em 90% dos casos

 

 

 

Afecções do sistema nervoso

enxaqueca

eficácia em 80% dos casos

tontura

eficácia em 75% dos casos

neuralgia do trigêmeo

efeito analgésico em 100% dos casos

neuralgia (dor dos nervos)

efeito analgésico em 100% dos casos

dor radicular (raízes dos nervos)

laser-acupuntura: melhora significativa

distrofia reflexa do simpático

melhora razoável

bexiga neurogênica

eficácia consideravelmente mais rápida que o tratamento convencional

lesão crânio-cerebral

cura obtida em 86% dos casos

arteriosclerose

eletro-acupuntura: aumento da memória, da inteligência e da capacidade de cuidar de si mesmo em 68% dos casos

coma

recuperação em 59% dos casos

AVC – seqüela: hemiplegia

recuperação em 66% dos casos

AVC – seqüela: perda da força muscular

recuperação em 75% dos casos

AVC – seqüela: desvio da boca e paralisia da fala

recuperação em 76% dos casos

AVC – seqüela: dificuldade de articular palavras

eficácia em 90% dos casos

paralisia facial

acupuntura: cura obtida em 77% dos casos
acupuntura c/ transfixação de pontos: cura obtida em 91% dos casos
acupuntura c/ sangria: cura obtida em 96% dos casos

paralisia causada por poliomielite

eficácia superior à medicação convencional

febre hemorrágica epidêmica

moxa: regula a micção, cura a perda de proteína pela urina e reduz o inchaço dos rins

 

 

 

Afecções do sistema endócrino

obesidade

supressão do apetite em 95% dos casos

diabetes mellitus

redução do açúcar do sangue em 20% dos casos

 

 

 

Afecções dos órgãos dos sentidos

olhos

sensibilidade

melhora em 50% dos casos

dor

eliminação da dor em 90% dos casos

secura nos olhos

aumento significativo dos fluidos dos olhos

conjuntivite

melhora razoável

vista turva

cura obtida em 50% dos casos

daltonismo

discriminação das cores melhorou após 3 cursos de tratamento de 7-12 dias cada

ouvidos

ataque súbito de surdez

eficácia em 90% dos casos após 2 semanas

zumbido

eficácia em 23% dos casos (superior à medicação convencional)

nariz

sangramento nasal

cura obtida em 85% dos casos

sinusite e obstrução nasal

melhora significativa

boca

excesso de salivação

diminuição da saliva em 97% dos casos

falta de salivação

aumento significativo da saliva

inflamação na gengiva

melhora razoável

dor de dente pós-tratamento

efeito analgésico com duração de 24 a 48 horas

dor de dente pós-cirurgia

efeito analgésico com duração de 2 a 3 horas

dor de dente após extração

melhora significativa

 

 

 

Afecções da cabeça

dor de cabeça

shiatsu / tuina: alívio imediato em 48% dos casos
acupuntura: alívio imediato em 66% dos casos
eletro-acupuntura: alívio imediato em 80% dos casos
diminuição da freqüência em 50% dos casos
alteração significativa no exame de eletromiografia

dor crânio-mandibular

acupuntura tradicional: eficácia similar ao tratamento convencional (imobilização)
acupuntura intradermica: eficácia em 60% dos casos

disfunção da ATM

eficácia similar ao tratamento convencional

espasmo facial

shiatsu / tuina: eficácia em 40% dos casos
acupuntura: eficácia em 70% dos casos

 

 

 

Afecções psíquicas e psicossomáticas

depressão

eficácia similar à medicação convencional, mas sem efeitos colaterais

ansiedade

eficácia superior à medicação convencional

insônia

o sono foi totalmente normalizado em 98% dos casos

síndrome do stress competitivo

eficácia em 93% dos casos

esquizofrenia

laser-acupuntura: eficácia superior à da medicação convencional (78% dos casos)

retardo mental

aumento de 21% no quociente de inteligência
aumento de 18% na adaptatividade social

 

 

 

Afecções masculinas

impotência sexual (não orgânica)

eficácia em 60% dos casos

ejaculação precoce

eficácia em 83% dos casos

inflamação na próstata

alívio dos sintomas e melhora das funções sexuais superior à medicação convencional

 

 

 

Afecções femininas

TPM

alívio completo dos sintomas, sem recorrência por 6 meses, em 92% dos casos

dor menstrual

melhora em 91% dos casos

cistite

moxa + shiatsu / tuina: eficácia em 88% dos casos após 1 a 2 meses de tratamento

obstrução da trompa

cura obtida em 81% dos casos

policisto no ovário

cura obtida em 94% dos casos

infertilidade

eficácia em 75% dos casos

menopausa

massagem + ventosa: eficácia em 77% dos casos

 

 

 

Gestação e amamentação

enjôo

acupressura: melhora em 20% dos casos
acupuntura: melhora em 69% dos casos
moxa: melhora em 97% dos casos

correção da posição do feto

moxa: eficácia em 93% dos casos (aumenta atividade fetal e encaixa a cabeça do bebê)

indução ao parto

a dilatação do útero foi similar à oxitocina
as contrações uterinas foram inferiores à oxitocina

dor do parto

efeito analgésico considerado bom

lactação deficiente

eletro-acupuntura: aumento da lactação em 92% dos casos

 

 

 

Afecções infantis

diarréia

1 dia de tratamento: cura em 82% dos casos
3 dias de tratamento: cura em 98% dos casos

coqueluche

cura obtida em 98% dos casos

convulsão

convulsões cessaram em 98% dos casos após 2 min de se colocar as agulhas

obesidade infantil

redução significativa dos níveis de gordura, glicose, hidrocortisona e tri-iodo-tironina

pós-entubação operatória

redução significativa do espasmo da laringe (5% dos casos)

encefalite viral (estágio terminal)

acupuntura + medicação: eficácia em 82% dos casos

 

 

 

Dependência química

álcool

diminui a necessidade de ingerir álcool

tabaco

aumento na vontade de não fumar em 13% dos casos
redução no hábito de fumar em 20% dos casos
redução no prazer de fumar em 70% dos casos

cocaína

diminuição dos sintomas da abstinência em 44% dos casos

heroína

diminuição dos sintomas da abstinência (anorexia, suor espontâneo e insônia)
redução da freqüência do uso de heroína

desintoxicação de álcool

redução do álcool no sangue

desintoxicação de tabaco

redução da concentração de nicotina

 

 

 

Pós-operatório

convalência

efeito analgésico superior e mais rápido que a medicação convencional

mal-estar e vômitos

eletro-acupuntura: efeito inferior à medicação convencional (50% dos casos)
acupuntura: efeito similar à medicação convencional (90% dos casos)

cirurgia de amídalas

alivio significativo da dor e da salivação
acelera a cicatrização

cirurgia de hemorróidas

melhora da dor e do desconforto em 77% dos casos

cirurgia de artroscopia

alivio significativo da dor

cirurgia cerebral

cura dos sintomas em 86% dos casos

dor do pós-operatório

reduz pela metade a quantidade de analgésicos narcóticos (ex. morfina)

dor após exame de endoscopia

eficácia similar à medicação, mas sem efeitos colaterais

recuperação

ganho de força muscular e de movimentos em 93% dos casos após 10 dias de tratamento

 

 

 

Câncer

reações adversas ao tratamento de radioterapia e/ou quimioterapia

náuseas, vômitos e falta de apetite foram eliminadas em 93% dos casos
tontura e cansaço foram minimizadas consideravelmente

perda de leucócitos

acupuntura: aumento dos leucócitos em 87% dos casos
moxa: aumento dos leucócitos em 90% dos casos

dor causada por câncer

analgesia imediata: efeito em 70% dos casos (similar à medicação convencional)
analgesia prolongada: efeito em 92% dos casos (superior à medicação convencional)

 

 

 Resultado de imagem para AGULHAS SUBSTITUEM ANALGESICOS

Agulhas substituem analgésicos

 

Em Campinas (SP) terapeutas usam um tipo de acupuntura que já economiza 70 mil comprimidos por mês.

 

Dor: palavra pequena, sinônimo de um grande sofrimento. 

"É uma dor terrível", descreve a diarista Eliana Pereira. 

"A impressão é de que minha cabeça está inchada. É uma dor inexplicável", conta a auxiliar administrativa Terezinha D'Oliva. 

Esse sentimento torna seres humanos prisioneiros. "Eu deixei de trabalhar várias vezes. Tive vários afastamentos", lembra Terezinha. 

No caso de Eliana, problemas na coluna trouxeram limitação. "Não posso trabalhar direito porque não posso carregar peso, não posso arrastar um móvel do lugar, não posso ficar agachando. Então, fico uma pessoa inútil. Minha filha de 9 anos estava dando banho em mim", lembra ela, que em uma das crises chegou ao posto de saúde do bairro com dificuldade e conheceu um tratamento alternativo. 

Parece estranho: alívio da dor com espetadas na cabeça. Mas esse é o método de acupuntura, que descobriu como o crânio tem regiões importantes para o equilíbrio da energia. 

De acordo com a teoria, na parte frontal da cabeça estão os pontos ying e na parte de trás os opostos, yang. Para encontrar as áreas correspondentes à cada região do corpo é só imaginar a posição de um feto. Os órgãos desse ser imaginário são chamados áreas reflexas, ou seja, refletem o estímulo das agulhas diretamente na região onde está a dor. 

É como um atendimento de emergência: a técnica traz alívio imediato com a liberação de substâncias no organismo. 

"É indicada principalmente para retirada de dores agudas, crônicas e sequelas de acidente vascular cerebral. É excelente nesse aspecto", diz o médico William Hyppolito Ferreira. 

Para Eliana, as agulhas do método japonês fizeram mágica. "Cheguei dura, travada. Agora eu posso levantar, baixar, dançar, correr. Estou pronta para a vida. Me sinto mocinha", assegura. 

Após dez sessões de acupuntura, Terezinha também descobriu a fonte da juventude. "Fazia dez anos que eu não vivia – eu vegetava. Para mim, foi um verdadeiro milagre", diz. 

Um equívoco na hora de aplicar injeção deu origem ao método revolucionário japonês. O médico responsável pela descoberta colocou água em vez de analgésico na seringa. Curiosamente, o tratamento para dor de cabeça não só surtiu efeito como resolveu outro problema na perna. Por acaso, surgiu o primeiro ponto da acupuntura. Trinta e cinco anos depois, a técnica faz sucesso na Ásia, Europa e no interior de São Paulo. Em Campinas, os postos de saúde oferecem de graça essa terapia. E os resultados aparecem em um setor muito procurado pelos pacientes: a farmácia. São 70 mil comprimidos a menos distribuídos por mês. 

"A prescrição vem diminuindo. Os médicos prescrevem menos analgésicos e antiinflamatórios para pacientes que já estão fazendo uma terapia alternativa", diz a auxiliar de enfermagem Bruna. 

Queda de 12,5% na entrega de remédios na farmácia popular. Economia para o bolso do contribuinte. 

"Com uma agulha que custa um preço muito ínfimo, eu consigo tratar uma dor que seria tratada com antiinflamatório, no mínimo, de oito em oito horas, de sete a dez dias", compara doutor William  Ferreira. 

 

att

Dr. Wellington Santana

 

 

 

 

 

Acupuntura Para Enxaqueca Funciona? É Bom?

 

 

 

 Resultado de imagem para AGULHAS SUBSTITUEM ANALGESICOS

 

Acupuntura melhora em 99% enxaqueca.

 

Que a acupuntura é uma excelente modalidade de tratamento para enxaqueca e outras dores de cabeça, disso eu não tenho dúvida. Vejo todos os dias, na prática, com muita alegria, os ótimos resultados nos meus próprios pacientes, em quem faço acupuntura. Tanto é assim que, na minha opinião, todo e qualquer médico que se propusesse a tratar de qualquer dor deveria conhecer bem e aplicar diariamente, na sua prática clínica, a acupuntura.

 

A acupuntura não é droga, não envolve a administração de qualquer substância química, não possui os inúmeros efeitos colaterais que as drogas possuem – e o melhor: ela funciona, e muito bem, na maioria dos casos de enxaqueca.

 

Cientificamente Comprovado: Acupuntura é Eficaz Para Enxaqueca

 

Eu não estou sendo “único”, nem “exótico”, ao fazer essa afirmação. Ela se encontra comprovada em diversos estudos publicados em revistas científicas de alto impacto, como o British Medical Journal, que publicou um estudo em 2004, com a seguinte conclusão:

 

“A acupuntura traz benefícios clinicamente relevantes e duradouros para pacientes com dor de cabeça crônica, especialmente enxaqueca”.

 

Com altos argumentos a favor da acupuntura no tratamento da dor de cabeça e enxaqueca, por que será que uma boa parte daqueles pacientes que já tentaram acupuntura no passado relatam que:

 

1. A acupuntura não foi eficaz no tratamento de sua dor de cabeça e enxaqueca; e/ou

 

2. A acupuntura foi eficaz por um certo período de tempo, após o qual foi deixando de funcionar.

 

 3 Motivos Para Ela Não funcionar na Enxaqueca

 

Os 3 principais motivos, na minha opinião, para a acupuntura não funcionar, ou ter deixar de funcionar, no tratamento da enxaqueca e dor de cabeça crônica, são:

 

1. Do mesmo modo que a enxaqueca obviamente não é um estado de “falta de remédio” para enxaqueca no organismo, ela também não é um estado de falta de acupuntura. A acupuntura assim como os remédios,  para serem consistentemente eficazes, precisam, na minha opinião, ser considerados como parte de uma ação conjunta enolvendo uma série de mudanças alimentares, de sono, de atividade física, de regulação dos ritmos biológicos, de reequilíbrio emocional e hormonal . Você faz a sua parte (mudanças de hábitos e estilo de vida para melhor), e o médico a parte dele (intervenções como acupuntura e remédios que podem até ser naturais).

 

2. Do mesmo modo que, às vezes, um determinado remédio que funciona para outras pessoas com enxaqueca pode não funcionar para você, assim também um determinado ponto ou combinação de pontos de acupuntura pode não funcionar. Quando um remédio não funciona para você, o que o médico faz? Ele troca o seu remédio! Na acupuntura não é diferente – o médico pode trocar um ponto de acupuntura por outro ponto, ou combinação de pontos. Até mesmo uma mudança no posicionamento da agulha num mesmo ponto de acupuntura pode causar um resultado terapêutico totalmente diferente!

 

3. Infelizmente, ainda existem alguns médicos que não acreditam em enxaqueca! Acham que o paciente tem problemas emocionais, psicológicos, afetivos, e/ou que está “usando” tudo isso meramente para ganhar atenção. Uma pesquisa informal feita aqui mesmo no Site Enxaqueca com quase 3.000 internautas, revelou que 80% estão insatisfeitos acham que seus médicos não compreendem e não entendem a sua doença. Se isso é verdade, então pense:como é que um tratamento – qualquer tratamento que seja, inclusive acupuntura – pode possivelmente funcionar, se o médico – no caso, o acupunturista – está, na realidade, “tratando” completamente outra coisa, a qual ele pensa, erroneamente, ser a causa da enxaqueca / dor de cabeça?

 

Está aí, portanto, o alerta e a dica: antes de fechar as portas para novas tentativas no futuro, pense com carinho nesses 3 motivos para seu tratamento com acupuntura não ter funcionado no passado. Reflita sobre a possibilidade de um ou mais deles terem interferido negativamente na sua melhora. E principalmente, dê-se a chance de tentar de novo com um profissional gabaritado.

 

 

 

 ACUPUNTURA PARA DOR DE DENTE? 

Resultado de imagem para dor de dente 

Pesquisa realizada na Universidade de Rochester, nos EUA,  aponta para os benefícios que a acupuntura leva para pessoas que sofrem de dor de dente. Os motivos estão relacionados com a adenosina, substância produzida pelo corpo para reduzir os desconfortos, e que são ativadas através das agulhas, principalmente.

 

As agulhas de acupuntura são usadas para levar equilíbrio hormonal aos pacientes. Dessa forma, sua função não é a de tratar um paciente que está recebendo atenção odontológica, mas sim minimizar as dores, visto que ele possui um potencial de analgesia, segundo dizem especialistas em acupuntura.

 

Além disso, as agulhas podem ser utilizadas para controlar as dores pós-operatórias. O que causaria o desequilíbrio energético seriam os desconfortos nos dentes que através da acupuntura seriam reestabelecidas, aliviando os sintomas.

 

Dessa maneira, a CLINICA DE ACUPUNTURA WELLINGTON SANTANA trata pessoas que estejam com dores de dente. Aqueles que tiverem o desejo de conhecer melhor nossos serviços podem realizar uma CONSULTA.

 

 

 

Procura por tratamentos que utilizam acupuntura aumenta 272% na rede pública de saúde

 

                    

 

O procedimento, de origem chinesa e praticado há mais de 2 mil anos, consiste na inserção de agulhas na pele com o objetivo de prevenir e tratar doenças, promovendo a saúde

 

Estudos científicos confirmam que a acupuntura é indicada e eficiente para o tratamento de doenças respiratórias, oftalmológicas, distúrbios da cavidade bucal, gastrointestinais, ortopédicos e neurológicos. 

 

O acupunturista Wellington Santana afirma que a técnica não é uma terapia mágica. “Como qualquer outro tipo de tratamento, clínico ou cirúrgico, pode proporcionar resultados bons, regulares ou ruins. Em alguns casos, pode diminuir o uso de medicamentos”, diz o acupunturista especialista em dor, hospital. Segundo o especialista, pacientes com dor crônica e aguda costumam superlotar as emergências, gerando gastos para o sistema público de saúde. “Sessões de acupuntura podem aliviar estas dores, reduzindo os custos dos serviços de saúde”, afirma.

 

A.V.C. TRATAMENTO

 

             Resultado de imagem para avc

 

SEQUELAS DE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL A.V.C.  

 

As seqüelas deixadas pelo AVC abre para os indivíduos acometidos, um caminho penoso, longo e muitas vezes limitante na recuperação de suas atividades normais.

 

Existe o acidente vascular cerebral isquêmico, que consiste na obstrução de um pequeno vaso cerebral, o acidente vascular hemorrágico, que consiste na ruptura de um vaso cerebral e existe ainda, o espasmo de um vaso cerebral que ocorre quando este se contrai temporariamente, este é o menos grave dos quadros e, geralmente é curado por completo.

 

Os sintomas e sua gravidade dependem da região cerebral afetada, do seu tamanho e da presteza do atendimento. O diagnóstico é feito através de um exame neurológico, tomografia computadorizada e ressonância magnética.

 

Os fatores de risco são a idade, hipertensão, diabetes, obesidade, fumo, sedentarismo, etc. Como podemos ver existem inúmeros fatores ligados ao acidente vascular cerebral na visão da medicina ocidental.

 

Na visão da Medicina tradicional Chinesa (medicina oriental), o acidente vascular cerebral enquadra-se na situação de “Golpe de Vento” que corresponde a quatro possíveis quadros na medicina ocidental: hemorragia cerebral, trombose cerebral, embolia cerebral e um espasmo de um vaso cerebral.

 

A patologia “Golpe de Vento” na medicina oriental é a causa de um desequilíbrio energético, que através de uma avaliação detalhada de um acupunturista é possível saber a causa e origem desse desequilíbrio, se é um desequilíbrio de Yin ou Yang, se é uma deficiência ou excesso de energia em um determinado órgão, ou um bloqueio energético. Fechando o diagnóstico é iniciado o tratamento através da acupuntura.

 

 

 

A acupuntura e a eletroacupuntura têm efeitos fisiológicos que, podem influenciar a plástica do cérebro e, assim, o processo de reabilitação. A acupuntura é mais um método e não o único que pode ser usado na recuperação das seqüelas do AVC e que se associado a outros métodos como a fisioterapia terá um efeito satisfatório.

 

A prevenção é sempre o mais importante, praticando atividade física, se alimentando bem, não fumar, tudo que já sabemos, mas não seguimos. Abaixo vou deixar um texto que infelizmente não sei o autor, mas é importante sabermos de alguns detalhes sobre o AVC...

 

AVC!!! Durante o churrasco, Inês caiu. Queriam chamar uma ambulância, mas ela insistiu que estava bem e que só tropeçara por causa dos sapatos novos. Ela estava um pouco pálida e tremia. Inês passou o resto da noite bem disposta e alegre. Mais tarde, o marido dela telefonou a informar que a mulher fora internada no hospital.

 

Às 23 horas falecera. Ela tinha tido um AVC durante o churrasco.

 

 

 

Se os outros soubessem reconhecer os sintomas do AVC, ela poderia ainda estar viva. Algumas pessoas não morrem logo, mas ficam durante muito tempo sujeito a apoios e numa situação de desespero. Só demora 1 minuto a ler o seguinte....

 

 

 

Um neurologista disse, se ele consegue chegar ao pé de um individuo que sofreu um AVC, ele pode eliminar as seqüelas de um AVC. Ele disse, o truque é diagnosticar e tratar a pessoa durante as primeiras 3 horas. Como reconhecer um AVC:

 

 

 

Há 4 passos que devem ser seguidos para reconhecer um AVC. - peça à pessoa para rir (ela não vai conseguir). - Peça à pessoa para dizer uma frase simples (por exemplo: hoje está um dia bonito). - Peça à pessoa para levantar os dois braços (não vai conseguir bem). - Peça à pessoa para mostrar a língua (se a língua estiver torta ou virar dum lado para o outro, é um sintoma). Se a pessoa tem alguns destes sintomas chamar imediatamente o médico, descrever os sintomas ao telefone.

 

 

 

 PARALISIA DE BELL DEVE SER TRATADA COM ACUPUNTURA

 

 

 

 Resultado de imagem para avc

 

A paralisia de Bell pode ocorrer devido a danos ou trauma nos nervos faciais. Ela provoca paralisia temporária quando os músculos faciais são incapazes de receber mensagens enviadas para o cérebro. Os sintomas da paralisia de Bell variam, mas podem incluir fraqueza ou paralisia em um ou ambos os lados da face , queda da pálpebra e no canto da boca, e babando. Acupuntura , uma antiga técnica chinesa de cura holística , está se tornando uma opção de tratamento cada vez mais popular para a paralisia de Bell. Os fatos

 

Apesar de existir uma variedade de métodos diferentes para tratar esta condição , a Organização Mundial de Saúde relata que a acupuntura produz um bom resultado no tratamento da paralisia de Bell.

 

Acupuntura define um fluxo de energia chamado Qi - energia que acciona os processos do corpo . Os defensores acreditam que a perturbação deste fluxo é o que causa a doença . Medicina chinesa define a paralisia de Bell como um ataque de vento- frio, onde o vento entra no corpo e ataca a área facial. O resultado é a estagnação do Qi e do sangue na área facial , causando paralisia nos músculos. Dormência e formigamento , tanto prevalente em pacientes com paralisia de Bell, são comuns sintomas de deficiência de Qi . A premissa básica é que a acupuntura pode ajudar a restaurar um estado de equilíbrio ou fluxo de energia dentro do corpo, e proporcionar alívio dos sintomas da paralisia de Bell.

 

Tratamento tem como alvo pontos do corpo que expulsar o vento e aumentar o fluxo de Qi- energia e sangue. tornam-se os pontos usados ​​para restaurar o equilíbrio do fluxo de energia. Acupuntura envolve a colocação e manipulação de pequenas agulhas sob a pele , em cada um dos pontos visados. A presença dessas agulhas em pontos específicos , combinada com a sua manipulação, estimula o fluxo de sangue e Qi- energia. Características

 

Um exame físico inicial confirma um diagnóstico da paralisia de Bell. O paciente tenta fechar os olhos , levantar as sobrancelhas , o sorriso , e trazer os lábios em posição de beijar e soprar . Uma vez confirmado , o processo começa a acupunctura .

 

Quando utilizado no tratamento de paralisia de Bell acupuntura concentra-se em áreas ou zonas , sobre o corpo do paciente, que correspondem às áreas do sistema nervoso periférico , incluindo os nervos faciais . O acupunturista determina onde está ocorrendo um desequilíbrio e coloca uma agulha sob a pele no local exacto . Agulhas permanecer no local por aproximadamente 20 minutos. Manipulação das agulhas , à mão ou eletronicamente , ocorre de forma exata e específica.

 

Como tratamento progride, Qi- energia e do sangue começam a equilibrar e fluir de forma mais uniforme . Os músculos do rosto e dos olhos começam a receber e responder a mensagens enviadas a partir do cérebro , eo paciente começa a olhar e sentir melhor. Duração do período de tratamento depende da severidade dos sintomas . Embora possam ser necessárias várias sessões , cada procedimento geralmente não leva mais que 30 minutos.

 

 

 

CASO DE PARALISIA DE BELL TRATADO NA CLINICA DE ACUPUNTURA WELLINGTON SANTANA

               

               ANTES                                          DEPOIS

 

             

TRATAMENTO PARA DIABETES MELLITUS COM ACUPUNTURA E O MAIS EFICAZ

 

 Resultado de imagem para diabetes mellitus

 

A Diabetes Mellitus na visão oriental é uma deficiência de Baço Pancreas, levando a uma diminuição na produção de insulina, e uma deficiência de Rim ocorrendo uma perda de energia vital.

 

A acupuntura na Diabetes estimula o Baço Pancreas e o Rim, visando uma melhora na produção de insulina e na energia como um todo, tratando o paciente integralmente. Estimula seu sistema endócrino, ajudando na produção de insulina. Também trata seus sintomas como as emoções, o que para a acupuntur Na MTC não se classifica a Diabetes como uma síndrome, como um excesso ou deficiência de algum Zang Fu ou como alguma substância fundamental. Sendo assim, não existe um "tratamento padrão" para amenizar seus sintomas, mas podemos associar os sintomas aos Zang Fu e as substâncias fundamentais como meio de tratar a Diabetes utilizando de um protocolo da acupuntura, diminuindo as complicações e também proporcionando uma maior qualidade de vida aos diabéticos insulino-dependentes.

 

A Diabetes se não tratada pode causar sintomas visuais, cardíacos, circulatórios, digestivos, urinários, entre outros, e, pode até levar o paciente a óbito. O aumento da glicemia também pode causar sintomas como sede excessiva, aumento do volume de urina, fraqueza, tonturas entre outros.  é muito importante para termos um bom resultado no tratamento.

 

2 OBJETIVO

 

O presente estudo, tem como objetivo, comparar a eficácia do tratamento da Diabetes Mellitus, por acupuntura sistêmica e auricular e somente acupuntura sistêmica, através da melhora dos sintomas e índices glicêmicos.

 

3 MÉTODO

 

Foi realizado um estudo de caso onde foram selecionados não aleatoriamente, e sim, de acordo com a disponibilidade. Foram utilizados quatro pacientes, do mesmo sexo (feminino), que apresentam Diabetes Mellitus. As mesmas foram submetidos à uma avaliação e posteriormente foram realizadas as sessões de acupuntura com os pontos determinados. A intervenção da acupuntura foram realizadas de uma à duas vezes por semana totalizando dez sessões.

 

4 RESULTADOS

 

Caso 1 - Apresentou uma queda nos níveis glicêmicos variando entre 110 mg/dl e 130 mg/dl. Seus sintomas apresentaram grande melhora, principalmente em relação nas dores dos membros inferiores e na necessidade por alimentos doces, que atualmente está controlada.

 

Caso 2 - Paciente teve queda nos níveis de glicemia variando entre 69 mg/dl e 120 mg/dl. Em relação aos sintomas houve melhora satisfatória, como no sono, no zumbido que desapareceu completamente e a paciente também relata estar menos ansiosa.

 

Caso 3 - Relata-se alterações nos níveis glicêmicos entre 100 mg/dl e 304 mg/dl. Já os sintomas como fraqueza, cansaço e dores nos Músculos Inferiores apresentaram uma melhora considerável.

 

Caso 4 - Paciente teve alterações nos níveis glicêmicos, obtendo ao longo do tratamento variações entre 137 mg/dl e 599 mg/dl. Em relação aos sintomas discreta melhora nas dores musculares.
Em geral ao longo do tratamento os pacientes foram apresentando uma melhora nos níveis glicêmicos, e também um resultado mais significativo no tratamento onde foi utilizado acupuntura sistêmica e aurícula. Já os sintomas melhoraram em ambos os tratamentos.

 

5 CONCLUSÃO

 

Conclui-se que através da pesquisa realizada obteve-se resposta satisfatória de acordo com a necessidade dos pacientes, onde, tiveram melhora na qualidade de vida, nos sintomas e nos níveis glicêmicos.

 

att

Dr. Wellington Santana

 

Resultado de imagem para obesidade e acupuntura

 

Obesidade é tratada com acupuntura.

 

 Resultado de imagem para obesidade e acupuntura

 

A obesidade é hoje um dos principais fatores de risco para o diabetes e doenças cardiovasculares, entre outros problemas. E a solução para muitos desses males é o emagrecimento, através de uma dieta saudável ou da realização regular de alguma atividade física. No entanto, para muitos portadores de obesidade, a dificuldade está no autocontrole, já que na maioria das vezes são as explosões de ansiedade que os levam a comer mais do que o corpo realmente necessita.

 

 

 

De acordo com a fisioterapeuta e especialista em acupuntura K. C. é preciso tratar a causa da alimentação compulsiva e a falta de controle que leva à obesidade. “Quando se fala em obesidade, é sempre bom ressaltar que comemos não só por necessidade, mas também por prazer. É como se algum mecanismo de troca no cérebro estivesse alterado, como, por exemplo, o obeso que tenta tapar problemas pessoais com a comida. O fato é que nosso estômago leva cerca de 20 minutos, após estar saciado, para nos dar o aviso de que não precisa mais de comida, mas o obeso tem o hábito de comer rapidamente, sendo que o excesso será transformado em gordura”, explica. A fisioterapeuta ressalta que a acupuntura atinge regiões estratégicas e nos obesos atuará especificamente nos mecanismos da compulsão alimentar. “A acupuntura regula a vontade de comer. Não há como se controlar a fome, visto que é apenas um aviso de que o organismo necessita de energia para se manter. Porém, há pontos para regulagem do apetite, que nada mais é que a vontade de comer além daquilo que seu corpo realmente necessita. Outra coisa comum em pessoas com excesso de peso é a constipação ou prisão de ventre constante. A acupuntura reeduca o sistema intestinal a eliminar fezes, colaborando na limpeza do organismo”, frisa. K. C. destaca que a compulsão é um problema ainda mais grave que o apetite voraz. “O comedor compulsivo não só tem prazer em comer excessivamente, como também se sente culpado depois. Para este caso a acupuntura traz uma nova proposta, a fim de minimizar esses sintomas. O sono de baixa qualidade também é fator agravante do estresse e da ansiedade, os quais levam à compulsão alimentar. “Um dos pontos principais do tratamento com acupuntura é resgatar a qualidade do sono, bem como a capacidade de relaxar mesmo em situações adversas”, afirma a fisioterapeuta. A acupuntura atua, ainda, contra distúrbios da autoestima e da ansiedade que atrapalham diretamente o controle do peso ao fortalecer o que é chamado de “eu interior”, elemento cujo equilíbrio é indispensável para o emagrecimento saudável. “A acupuntura age nos centros reguladores da ansiedade como que um bálsamo calmante. O tratamento permite que a pessoa controle sua alimentação de forma saudável e até mesmo siga com algum rigor a sua dieta, já que a técnica atua onde medicamento nenhum consegue chegar. Isto porque a medicina chinesa trata a obesidade não como uma doença ou uma casualidade, mas sim como um conjunto de sintomas que devem ser verificados caso a caso, de forma personalizada, visando não só o emagrecimento do paciente, mas também uma grande melhora em sua qualidade de vida”, completa a fisioterapeuta. (fonte Jornal da Manhã)

 

 

 

 

 

 Acupuntura para tratar rugas? Conheça os benefícios estéticos da técnica milenar chinesa

 

 Resultado de imagem para rugas e acupuntura       Resultado de imagem para rugas e acupuntura

 

Além de tratar problemas de saúde – que vão de dores nas costas a ansiedade – a acupuntura pode ser uma grande aliada na busca pela beleza. Isso mesmo, com a técnica milenar da medicina chinesa é possível amenizar rugas, acne, flacidez facial e corporal, gordura localizada, celulite, olheiras, manchas e estrias, entre outros problemas. “A gordura localizada, por exemplo, é mais fácil de ser tratada quando não é um caso muito avançado. Até o manequim 44 é viável conseguir um resultado, mas se a paciente veste manequim 50 é preciso mudar o estilo de vida para então começar o tratamento”, esclarece a médica Sylvia de Petta Ariano, do Ambulatório de Acupuntura Estética da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). “(O resultado) varia de acordo com o paciente, depende do problema a ser tratado e da intensidade da alteração estética”, explica Doris Bedoya Henao, médica responsável pelo Departamento de Acupuntura da Faculdade de Medicina da Universidade Estadual Paulista (Unesp), de Botucatu (SP). (fonte uol)

 

 

 

ANALGÉSICOS X ACUPUNTURA

 

 Resultado de imagem para analgesicos     x   Resultado de imagem para acupuntura

 

Quase 1 milhão de pessoas na Grã-Bretanha sofrem intensas dores de  cabeça “completamente evitáveis”, causadas pela ingestão de analgésicos  em excesso, informam médicos do Instituto Nacional de Excelência Clínica  e de Saúde. De acordo com as orientações da organização, muitas pessoas encontram-se  em estado de dependência, após cederem a um “ciclo vicioso” de alívio  da dor, o que acaba causando ainda mais dores de cabeça.

 

- Pessoas que ingerem medicamentos regularmente, como aspirina,  paracetamol e triptan, podem estar causando mais dor do que alívio a si  mesmos – diz documento elaborado pelo painel. “Enquanto tratamentos de  farmácia são eficientes para aliviar dores de cabeça ocasionais,  acredita-se que 1 em cada 50 pessoas sofra dores causadas pelo excesso  de medicação, e a incidência é cinco vezes maior entre as mulheres.”

 

Não há dados específicos na Grã-Bretanha sobre a incidência do  problema, mas estudos em outros países sugerem que entre 1% e 2% da  população é afetada por dores de cabeça. A Organização Mundial da Saúde  (OMS) cita estatísticas que apontam que, em alguns grupos pesquisados, a  incidência chega a 5% da população.

 

Para Martin Underwood, da Escola de Medicina de  Warwick, que liderou a pesquisa do Nice, “(a ingestão de analgésicos)  pode acabar em um ciclo vicioso no qual a dor de cabeça fica cada vez  pior, então você toma mais analgésicos, sua dor de cabeça fica pior, e  pior e pior. E é uma coisa tão fácil de prevenir”.

 

As novas orientações para os médicos na  Inglaterra e no País de Gales são: alertar os pacientes para que  suspendam imediatamente o uso dos analgésicos. Entretanto, isso pode  levar a aproximadamente um mês de agonia, até que os sintomas  eventualmente melhorem.

 

Os especialistas disseram ainda que devem ser  considerados outras opções de tratamentos profiláticos e preventivos –  em alguns casos, por exemplo, recomenda-se a acupuntura.

 

Efeito

 

A forma como os analgésicos atuam no cérebro não é totalmente compreendida pelos médicos.

 

Acredita-se que a maior parte das pessoas  afetadas tenha começado a ter dores de cabeça comuns diárias ou  enxaquecas; o problema foi se agravando à medida que essas pessoas  passaram a recorrer à automedicação frequente.

 

Manjit Matharu, neurologista consultor do  Hospital Nacional de Neurologia e Neurocirurgia, disse que, em geral, a  automedicação se torna um problema sério quando os pacientes começam a  ingerir analgésicos por dez a 15 dias todo mês.

 

- Isso é um grande problema para a população. O  número de pessoas com excesso de uso de remédios para dor de cabeça já é  de um a cada 50. Isso representa aproximadamente 1 milhão de pessoas  que têm dor de cabeça diariamente ou quase diariamente devido ao uso de  analgésicos – diz Matharu.

 

As pessoas com um histórico familiar de dores de  cabeça tensionais ou enxaqueca também podem ter uma vulnerabilidade  genética ao excesso de medicação para dor de cabeça. Elas podem ser mais  suscetíveis aos anlagésicos, mesmo que estes não sejam específicos para  dor de cabeça.

 

 

 

ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DA DOR NO NERVO CIÁTICO

 

 Resultado de imagem para acupuntura nervo ciatico

 

Dor no Nervo ciática é a dor nas costas até a perna e nádegas. Este é o caminho do nervo ciático, o maior nervo do corpo que vai da medula espinhal para a nádega e para baixo cada perna. Isso pode indicar um problema, como uma hérnia de disco, por isso é importante ter a condição verificada por um profissional treinado. Embora esta condição geralmente desaparece espontaneamente em alguns meses, mas em somente 10% dos casos  ele pode ser muito desconfortável e pode necessitar de tratamento para aliviar a dor que pode se agravar com o entardecer de um tratamento.

 

 

 

acupuntura tem ajudado indivíduos que experimentam a dor de uma variedade de causas encontrar alívio. Aqueles com dor nas costas crônica, artrite e outros problemas encontram na acupuntura um tratamento capaz de oferecer alívio. Alguns dos que descobriram que analgésicos não são suficientemente eficazes no alívio começam a voltar-se para outras formas de tratamento como a acupuntura. Naturalmente, aqueles que estão experimentando a dor crônica deve sempre consultar o seu médico, pois pode necessitar de tratamento ou de um procedimento para aliviar a causa da dor. Em alguns casos, a dor pode indicar uma doença mais grave subjacente.

 

 

 

Enquanto alguns questionam a eficácia da medicina oriental antiga e tratamentos, modernos cientistas e médicos ocidentais começaram a adotar a acupuntura como um tratamento viável de dor e de outras doenças. Por exemplo, o Centro de Pesquisas de Medicina Complementar, em Munique, Alemanha apresentou um relatório sobre a eficácia da acupuntura no tratamento de pessoas com dor crônica. Os cientistas ainda recomendam que a acupuntura seja coberta por seguro de saúde para tratar a dor crônica, porque é muito eficaz. Nos Estados Unidos, cientistas e médicos estão recomendando a acupuntura mais e mais para proporcionar alívio da dor.

 

 

 

É importante explorar todas as opções de tratamento, tais como o exercício, fortalecendo as costas ou estômago músculos, e fisioterapia. No entanto, quando se sofre de ciática ou dor crônica, pacientes devem ter em mente a acupuntura e explorar a sua eficácia no alívio da dor e outros tipos de doenças.

 

 

 

 10/06/2013

 

 

 

Pesquisas recentes comprovam efeitos benéficos e até encontram explicações científicas para acupuntura e reiki. Estudos sobre o assunto, antes restritos às universidades orientais, ganharam espaço entre pesquisadores americanos, europeus e até brasileiros. Recentemente, a Organização Mundial de Saúde (OMS) criou uma denominação especial para esses métodos: são as terapias integrativas.

 

Um artigo exmecanismo da acupuntura contra a dor foi publicado por pesquisadores da Universidade de Rochester na revista Nature Neuroscience em 30 de maio. Criada há quatro mil anos, a prática consiste na aplicação de agulhas em pontos do corpo. Pela explicação tradicional, ela ativa determinadas correntes energéticas para equilibrar a energia do organismo.

 

       

 

Reprodução/ Shutterstock

 

Cientificamente, as agulhas teriam efeitos no sistema nervoso central (cérebro e espinha dorsal). As células cerebrais são ativadas e liberam endorfina, um neurotransmissor responsável pela sensação de relaxamento e bem-estar. O estudo dos nova-iorquinos descobriu uma novidade: a terapia, que atinge tecidos mais profundos da pele, teria efeitos no sistema nervoso periférico. As agulhas estimulam também a liberação de outro neurotransmissor, a adenosina, com poder antiinflamatório e analgésico. 
        No experimento com camundongos com dores nas patas, cientistas aplicavam as agulhas no joelho do animal. Eles constataram que o nível de adenosina na pele da região era 24 vezes maior do que o normal e que houve uma redução do desconforto em dois terços. 
        A equipe tentou potencializar a eficácia da terapia, colocou um medicamento usado para tratar câncer nas agulhas. A droga aprimorou o tratamento: o nível de adenosina  e a duração dos efeitos no organismo dos aniamis praticamente tripliquase triplicou e o tempo de duração dos efeitos no organismo dos ratos também triplicou. Mas este método não poderia ser feito em humanos porque o medicamento ainda não é usado clinicamente. “O próximo passo é testar a droga em pessoas, para aperfeiçoá-la ou para encontrar outras drogas com o mesmo efeito”, diz Maiken Nedergaard, coordenadora do estudo.

 

 

Resultado de imagem para emagrecimento por acupuntura 

"Emagreci 35 quilos com a ajuda da acupuntura"

 

 Amanda Marchi | Idade: 24 anos | Altura: 1,71 m | Peso atual: 59 kg | Conquista: emagreceu 35 kg em seis meses

 

 

 

Sempre fui muito ansiosa, e foi isso que me fez engordar na época da formatura na faculdade de direito. A entrega da monografia e o exame da ordem me deixaram à beira de um ataque de nervos, descontei tudo na comida e cheguei aos 94 quilos. Fazer dieta me deixava de muito mau humor e nunca gostei de suar na academia, então ia empurrando o problema com a barriga. Minha prima é acupunturista e vivia insistindo para eu tentar a terapia para emagrecer, mas eu não dava muita bola. Até que um dia resolvi experimentar. Percebi o resultado já na primeira sessão: cheguei em casa à  noite  e nem consegui jantar porque não tinha a mínima fome e parecia que meu estômago estava cheio. Nos dias seguintes, vi que ficava satisfeita com porções bem menores nas refeições. No final de uma semana, tinha emagrecido 2 quilos. Parecia mágica, mas era verdade, então decidi ir em frente. A partir da segunda semana, passei a contar calorias: me permitia só 1000 por dia, que eu controlava olhando o rótulo de tudo e pesquisando os alimentos na internet. Também substituí o açúcar por adoçante, comecei a consumir mais frutas e a comer menos no jantar. E, claro, continuei fazendo uma sessão de acupuntura por semana. Sequei 35 quilos em seis meses e sei que controlar a ansiedade foi o segredo do meu sucesso. Só então resolvi procurar uma nutricionista que me ajudasse a manter o peso conquistado. Hoje não sigo um cardápio, mas como de tudo um pouco, sem exagerar nas porções. Pratico jazz e dança do ventre três vezes por semana – é a minha maneira de me exercitar e relaxar. Tudo mudou na minha vida: além de me sentir mais bonita, estou mais segura e bem-disposta para me divertir.

 

O segredo das agulhas

 

O objetivo da terapia é equilibrar as energias do organismo a fim de melhorar o funcionamento dos órgãos e tratar males físicos e emocionais. No caso de Amanda, a meta de controlar a ansiedade, aliviar a compulsão por comida e acelerar o metabolismo foi alcançada com sucesso. “O pior de fazer regime é querer comer e não poder”, fala a advogada. “Reduzindo a ansiedade, a acupuntura me ajudou a dominar a fome e não comer por impulso.”

 

 

 

CÂNCER DE MAMA: Acupuntura ajuda a amenizar menopausa.

 

 Resultado de imagem para cancer e acupuntura

 

Cientistas sugerem que uma pequena picada pode levar a mudanças fisiológicas.

 

 

 

Um pequeno experimento randomizado descobriu que acupuntura e a simulação dessa terapia foram eficazes na redução dos sintomas da menopausa em mulheres que realizavam um tratamento com inibidores de aromatase contra um câncer de mama. Dores nas articulações e nos músculos, ondas de calor e suores noturnos são efeitos colaterais comuns desses medicamentos redutores de estrogênio.

 

 

 

Publicado online no periódico “Cancer”, o experimento designou de forma aleatória 47 pacientes com câncer de mama a realizarem oito sessões semanais de acupuntura ou simulações dessa terapia. As participantes que realizaram acupuntura foram tratadas com agulhas nos pontos que a terapia reconhece como eficientes no alívio dos sintomas da menopausa. Nas pacientes do grupo controle, as agulhas não foram inseridas, mas sim colocadas em pontos inexatos. As pacientes e os pesquisadores não sabiam quais pacientes tinham recebido o tratamento ou a simulação.

 

 

 

As pacientes registraram ou responderam a um questionário sobre a frequência e a gravidade das ondas de calor e de outros sintomas diariamente.

 

 

 

Os sintomas relatados pelas pacientes melhoraram de forma significativa após a terapia real e a simulada, principalmente as ondas de calor. Não houve diferenças significativas em termos estatísticos entre os dois grupos.

 

 

 

Talvez seja possível relacionar os resultados a um efeito placebo. Entretanto, os cientistas sugerem que uma pequena picada na pele pode provocar mudanças fisiológicas. De qualquer modo, o dr. Ting Bao, principal autor do estudo e oncologista da Universidade de Maryland, em Baltimore, afirmou que não faz mal tentar a acupuntura.

 

 

 

Tradição

 

 

 

A acupuntura nasceu há 5.000 anos na China. Entre seus benefícios à saúde estão redução da pressão arterial, equilíbrio dos níveis de glicemia no sangue, combate a crises de asma, controle dos sintomas da esquizofrenia, além de favorecer a memória e muitos outros.

 

 

 

 

 

Fonte: O tempo - Interessa

 

 

 

Acupuntura também é aliada da beleza

 

T

 

                  

 

Acupuntura Dizem que os samurais que sobreviviam às batalhas na China são os responsáveis pela descoberta da acupuntura, há mais de cinco mil anos. Os soldados perceberam que a resposta ao tratamento era melhor quando havia uma perfuração no corpo provocada por espada. Técnica da medicina tradicional chinesa, a acupuntura consiste em inserir agulhas metálicas e flexíveis em determinados pontos (terminações nervosas eletricamente modificadas) para ter o efeito desejado. São cinco mecanismos básicos de ação: aumento do fluxo sanguíneo, analgésico, anti-inflamatório, autorregulador e imunitário. A acupuntura é contraindicada para mulheres grávidas, porque alguns pontos estimulam a contração. 
Agulhas e ventosas contra espinhas Adolescentes com acne conseguem obter bons resultados com acupuntura. A médica ativa pontos que estão ao redor da região inflamada e pontos a distância, refletindo na saúde da pele. Pontos na barriga relacionados ao intestino e ao estômago, por exemplo, ajudam a melhorar a aparência. “A digestão tem que ser adequada e o intestino deve funcionar para que a pele seja bonita. Por isso, tenho que trabalhar as funções de absorção, transporte e transformação dos alimentos”, esclarece.
Maria Aparecida justifica a intervenção citando a causa da olheira: quem sofre com prisão de ventre fica com os olhos mais escuros. Para tratar uma pele com espinhas, a médica acupunturista também pode utilizar técnicas além das agulhas, como a ventosa. É como se fosse um copinho que, em contato com as costas, aspira o ar de dentro e leva o sangue para a superfície, assim como seus nutrientes, deixando toda a pele mais saudável.
Para que a acupuntura estética seja eficiente, Iva Tereza defende que é preciso interferir em problemas que podem prejudicar a saúde da pele, como diabetes, hipotireoidismo, ovário policístico e retenção de líquido. A especialista também lembra que o paciente precisa se comprometer com o tratamento, que geralmente ocorre duas vezes por semana. “Não adianta fazer algumas sessões e abandonar o consultório antes da hora, achando que resolveu.”
A estudante de direito Déborah Schnneider Alves do Carmo, de 23, buscou as agulhadas para emagrecer. De quebra, ela conseguiu tornar menos visíveis celulite e gordura localizada, que aumentaram depois da gravidez. “Não gostava de usar short nem vestido curto. Com a acupuntura, além de melhorar o físico, minha autoestima melhorou. Agora me acho a mulher mais linda do mundo”, destaca. Há dois anos adepta da técnica chinesa, Déborah enxerga a vantagem de ser tratada como um todo. A estudante conseguiu controlar a ansiedade que a fazia comer muito, está dormindo melhor, enfrenta a rotina com mais energia e sente a pele transformada. Na balança, são 16 quilos a menos

 

 

 

Epicondilite Lateral - Dor no cotovelo é tratada com acupuntura.

 

 Resultado de imagem para epicondilite

 

Segundo a Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina, a Epicondilite lateral do cotovelo é a causa mais comum de dor no cotovelo, também conhecida como “cotovelo de tenista”. É caracterizada por dor aguda na região do epicôndilo lateral (parte óssea mais proeminente do cotovelo), origem dos músculos supinador do antebraço, extensores do punho e dedos.

 

 

 

Vale ressaltar que apenas 5% dos casos da doença são em tenistas e praticantes de squash e golfe e os restantes 95% em pessoas comuns, especialmente de 35 a 55 anos. Os mais atingidos são aqueles que fazem esforços repetitivos e se utiliza de equipamentos de forma incorreta (digitadores, escritores, dentistas, fotógrafos, operários, donas de casa, profissionais de limpeza, etc). A causa da doença são os esforços intensos e repetitivos nos músculos do antebraço e do cotovelo, que favorecem a formação de microtraumatismos, diminuindo a oxigenação local e favorecendo a conseqüente degeneração articular. 

 

 

 

 

 

O primeiro sintoma é a dor na lateral do cotovelo, que se irradia para o antebraço. Em atletas, em geral o início é repentino e rápido. Já nas pessoas comuns a dor se instala aos poucos e se torna intensa e persistente. O diagnóstico é essencialmente clínico, com alguns testes especiais. A radiografia simples geralmente não apresenta alterações, sendo utilizada para excluir patologias ósseas. A ultra-sonografia pode ser utilizada como método complementar de diagnóstico e mais raramente é necessário o uso da ressonância magnética. 

 

 

 

 

 

 

Os tratamentos utilizados ainda são muito controversos e vão dos mais simples, como aplicação de gelo e fisioterapia, até cirurgias. O passo inicial é o afastamento do paciente das atividades que causam a  dor, assim como é importante corrigir o posicionamento do corpo no que se refere à cadeira, mesa de trabalho e, em especial, do braço em relação ao teclado do computador. A dor pode ser controlada com analgésicos e mesmo infiltração de corticóide, que podem trazer contra-indicações e reações adversas. Esse último procedimento em geral controla rapidamente a dor, porém por pouco tempo. Para que ela não retorne, é fundamental que a pessoa faça também fisioterapia e exercícios de reforço muscular e de alongamento, eficazes a médio e longo prazo.  Na fase de tratamento o paciente pode usar imobilizadores, pois ajudam a manter a mão e o punho na posição correta, evitando que force em excesso os músculos do braço.

 

 

 

 

 

 

 

A acupuntura poderá ser utilizada como coadjuvante ao tratamento convencional no controle da dor e inflamação. Pessoalmente, já tratei diversos pacientes com esta queixa e em geral o resultado é satisfatório já nas primeiras sessões. É importante ressaltar que para realizar a acupuntura não se faz necessário interromper quaisquer tratamentos que estejam sendo feitos, como fisioterapia , por exemplo.A magnetoterapia também poderá ser utilizada como complemento da acupuntura.

 

 

 

 

 

 

 

O tratamento da epicondilite será cirúrgico somente quando nenhum recurso utilizado tenha resultado no alívio dos sintomas. Consiste na retirada do tecido degenerado, estimulação do sangramento através de perfurações ósseas e cicatrização.

 

 

 

A Epicondilite na Visão Oriental (possui termos técnicos referentes à MTC)

 

 

 

 

 

 

 

A Epicondilite dá-se devido a Estagnação de Qi nos canais Tendinomusculares e Canais de Energia Principais que passam pela articulação do epicôndilo. São em geral acometidos por energias perversas Calor e Frio, principalmente em pessoas que fazem muitos movimentos de rotação do antebraço e/ou movimento de flexão e extensão do cotovelo. Também pode ocorrer fraqueza de Qi do cotovelo devido alterações do Qi do Fei (Pulmão) ou estagnação de Qi Xue no canal de energia IG (Intestino Grosso) pelo Vento e Frio. A estagnação do Qi promove aparecimento de dor, podendo evoluir para alterações orgânicas, tais como fibrose, esclerose óssea, calcificação, bursites, etc ). A presença de energia perversa Calor é um fator que induz a inflamação e posterior fibrose muscular. Já o Frio leva ao processo de esclerose óssea do epicôndilo. 

Podem ser utilizados para tratamento pontos locais e superficiais dolorosos ( ashi ) com técnicas de analgesia , pontos a distância , pontos de Canal Unitário ( Yang Ming ), entre outras técnicas .

 

 

 

 

Resultado de imagem para AVC 

Mobilidade pós-AVC       A outra boa nova é que a acupuntura está ajudando também na recuperação de pacientes que tiveram acidente vascular cerebral (AVC). O Acupunturista Wellington Santana estudou, em sua tese de doutorado, os efeitos da técnica na diminuição de seqüelas decorrentes do AVC e obteve resultados animadores. “Cerca de 80% dos movimentos corporais, em seqüelas parcialmente crônicas, retornam quando o paciente faz o tratamento com acupuntura”. Os portadores de AVC tratados com essa prática melhoram as funções motoras e o equilíbrio. A técnica utilizada, chamada escalpeana, consiste na colocação de agulhas em pontos do couro cabeludo. São realizadas sessões, de uma a duas vezes por semana durante alguns meses que na primeira sessão geralmente ja se vê resultados.

 

atenciosamente

Dr. Wellington Santana

Acupunturista e Fitoterapeuta

 

DEIXE SEU COMENTARIO OU SUA DUVIDA 

QUE RESPONDEREI